Home Madanis Roteiros Nacionais Roteiros Internacionais Gastronomia Entretenimento Contato  

12 fevereiro, 2013

Quais são as possíveis causas da dor de estômago?

Por Gabriella Pereira
Nutricionista

blogmadanis@gmail.com




Durante a digestão o estômago libera um ácido que dissolve o alimento para facilitar a absorção dos nutrientes. Em excesso, ele acarreta desconforto ou dor, podendo ser passageira se decorrente de fatores isolados como certos alimentos, medicamentos ou jejum prolongado; ou contínua, quando o ácido agride e inflama a parde do órgão (provocando a gastrite)  produzindo feridas (causando a úlcera). A sensação é de queimação, dor na boca do estômago, alteração no hálito, dor de cabeça, náuseas e enjoos que acontece em geral após as refeições.

Períodos longos em jejum pode agravar?
Sim e muito!!! Quando você fica muito tempo sem comer o estômago libera pequenas doses de ácido que dão a sesação de fome. Em contato com as paredes inflamadas ou feridas, ele provoca mais irritação e dor, um exemplo é como jogar ácido na pele machucada.

Quais medidas alimentares auxiliam a recuperação?
NUNCA fique em jejum, FRACIONE a sua alimentação, coma de 3 em 3 horas, a noite é o período em que passamos mais tempo de estômago vazio, por isso, capriche no café da manhã.
A bactéria HELICOBACTER PYLORI destrói a camada de proteção da mucosa do estômago, faça exames periódicos para verificar a presença ou não dessa bactéria, no caso deve ser tratada com antibióticos específicos.

CAFÉ, ALCOOL E CIGARRO devem ser evitados pois irritam a mucosa.

HORTELÃ E ALECRIM, duas ervinhas quem tem propriedades que acalmam o estômago e facilitam a digestão. Uma xícara de chá sem adoçar após a refeição é um santo alívio – experimente!

PIMENTA irrita ainda mais o estômago de quem já tem sensibilidade a ter gastrite ou úlcera – evite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário